Cozinha Andina

Cozinha Andina

A serra peruana é sinônimo de variedade. Na cozinha andina do país abundam os chupes, as sopas, as carnes e os deliciosos doces à base de milho, leite e frutas.

Combinar o alto valor nutricional dos produtos da cozinha andina numa panela de barro, cozinhando à lenha para criar os mais saborosos pratos próprios desta saudável cozinha, é uma delícia para qualquer cozinheiro. A chicha de milho era a bebida tradicional dos antigos habitantes dos Andes, e este costume persiste nos dias de hoje. Se você deseja provar os exóticos licores que a serra oferece, poderá escolher entre vinhos e sidras artesanais, que são os mais consumidos, juntamente com a chicha. Lembre-se de experimentar os pães, as wawas, os santiagos e os bolinhos de água que, sem dúvida, deliciarão seu já extasiado paladar.

Cajamarca, Amazonas, Áncash, Junín, Pasco, Huancavelica, Apurímac, Ayacucho, Cusco e Puno

A serra peruana é rica em produtos de alto valor nutritivo, que os antigos habitantes do Peru souberam combinar para criar agradáveis sabores sem que perdessem suas propriedades naturais. Os fornos a lenha e as panelas de barro são parte da sabedoria inca para preservar os nutrientes dos alimentos através de um cozimento suave, de aroma profundo.

Carnes, tubérculos, grãos e ervas são a base de sua saudável tradição culinária. Seu cozimento simples, sem muito tempero, garante uma boa digestão. O milho com queijo, a salada de milho, o mote con chicharrón, a cancha, as humitas e a papa a la huancaína são parte da oferta de todo restaurante andino. Esta seleção de pratos utiliza carnes, milho, batata, mandioca, queijo, ají, amendoim e ervas.

A comida da serra peruana é contundente. A pachamanca é uma seleção de carnes de boi, cordeiro, porco e cuy (porquinho-da-índia), maceradas em chicha de jora e ervas, cozidas sobre pedras quentes junto com favas, batatas e humitas, dentro de um buraco coberto com terra e palha de milho.

A patasca, uma sopa de mondongo; o cuy (porquinho-da-índia) chactado, que é frito com uma pedra encima; a cecina, carne seca e desidratada que é servida com molho de cebola; e a puka picante, um guisado de porco e batatas apimentadas com ají vermelha e beterraba; são parte da tradição culinária dos Andes.

As típicas sopas andinas são o chochoca, elaborado com farinha de milho; a sopa verde, feita com queijo e erva-de-santa-maria; o kapchi de favas e a lawa, com milho fresco, favas, pimenta-ají amarela seca e huacatay; o chuño ou morraya, à base de batata desidratada; e o chairo, com carnes de vaca e cordeiro, trigo, batatas, favas, abóbora e batata seca.

As sobremesas caracterizam-se pelo uso de milho, leite e algumas frutas de altas altitudes. Destacam-se a chapana, o quesillo com mel, as cocadas, o manjar branco e as geleias (doces de amora e sauco). Enquanto os licores, os vinhos e sidras artesanais são os mais comercializados, juntamente com a chicha de milho. Também se presta homenagem ao pão: wawas, santiagos, bolos de água e tres puntas são diferentes tipos preparados com trigo, cevada, milho, oca, anis, batata e batata-doce.

Acesso:
Via aérea: Voos diários de Lima às principais cidades da serra norte e sul.
Via terrestre: Conforme o destino, pela estrada Panamericana norte e sul + vias de penetração na serra.

Voltar